Homenagem do BH Hot ao ( Dia Internacional da Prostituta ) Hildas de Hoje.

Condenado pela religião, justificado pelos cientistas, desgastado pela pornografia, manipulado pela industria midiática, até quem não pensa ‘naquilo’, tem uma opinião sobre o assunto.

Talvez seja impossível definir quando o erostismo nasceu na raça humana. Teria sido na forma como a fêmea homo sapiens fez um novo corte para sua vestimenta que até então só tinha como função protegê-la do frio? Teria sido no momento em que um índio descobriu as colorações que a natureza oferece e decidiu cobrir o corpo com pintura? Teria o erotismo nascido no momento em que os reprimidos olhos europeus encontraram as ‘vergonhas’ sul-americanas?

Conceitos e pré-conceitos são confundidos e redefinidos a todo momento. Foucault dedicou um tempo para examinar o assunto e chegou na seguinte conclusão: “O sexo não se julga apenas, administra-se” . Enquanto isso a grande massa cresce pensando que, erótico é tudo aquilo que nos faz pensar sobre o que é ‘proibido’ fazer.

Hilda Furacao

A questão é que, o sexo, uma das nossas necessidades fisiológicas, ainda está muito longe de ser aceito e administrado. Aparentemente, a repressão e a ostentação ainda não chegaram num denominador comum e a humanidade segue insatisfeita.

Provavelmente por ainda não ser visto com naturalidade pela raça humana, o assunto/produto/tabú, sexualidade, não recebe o devido respeito e requinte. Desde sempre, meretrizes isolam-se nas margens da sociedade e as que não o fazem, escondem o rosto para exercer o que muitas vezes é uma de suas profissões, dificilmente sexshops têm letreiros tão grandes quanto lojas de artigos triviais, boates que promovem o erotismo estão, em sua maioria, localizadas nos bairros mais distantes. Os estabelecimentos e prestadores de serviço que se esforçam para oferecer e demandar requinte e respeito recebem o sobrenome ‘ de luxo’. Acompanhante de luxo, sexshop de luxo, motel de luxo. Por quanto tempo vamos fechar os olhos e manter a boca aberta?

As barreiras que bloqueiam nossa aceitação podem ser revistas a qualquer momento. Quando começarmos a questionar esse movimento retroalimentar de hipocrisia sufocante X sociedade sufocada, teremos a oportunidade de ver que, a harmonia da natureza está na arte de deixar ser quem você é.

O Portal BH Hot aproveita o Dia Internacional da Prostituta para fazer uma homenagem aos milhares de profissionais que vivem e resistem nessa atividade comercial, representadas pela  “Hilda Furacão”, no livro de Roberto Drummond, com um especial que conta as histórias e as fantasias de prostitutas da Rua Guaicurus. Nos relatos de outras, Hilda revive. O mistério permanece.

Gostaríamos de parabenizar a equipe do Jornal Estado de Minas pela belíssima reportagem sobre as garotas de programa da Guaicurus. 

Doc. Hildas de hoje

A realidade e as fantasias das prostitutas da Guaicurus, 25 anos depois do livro de Roberto Drummond.

Uma dessas mulheres é uma fantasia. Ou talvez todas sejam.

Créditos do vídeo

Reportagem: Flávia Ayer e Luciane Evans

Vídeos e Fotos: Fred Bottrel

Estágiário de Video: Breno Ribeiro e Thiago Fonseca

Colaboração: Álvaro Fraga

Inspirado nos Trechos de Hilda Furacão de Roberto Drummond

.

Posts Relacionados

thumbnail
hover

Museo do sexo das Putas –...

Para quem pensa que falar sobre sexo ainda é um tabu, o Museu do Sexo das Putas – contemplado com recursos do 12º Programa Funarte de A...

thumbnail
hover

15/10 – MOSTRA DE ARTE ERÓTICA...

MOSTRA DE ARTE ERÓTICA da CASA MASCATE CULTURA DE REDE O Projeto Noite de Arte Erótica é um evento artístico itinerante que nasceu em No...

thumbnail
hover

Caiu na Net – Alexandre Borges...

Um vídeo íntimo do ator global Alexandre Borges vazou na internet na última sexta-feira, 16. Segundo os comentários que circulam nas red...

Deixe-nos um comentário