Conheça as redes sociais para quem procura aventuras sexuais

Desde o saudoso Orkut, as redes sociais evoluiram e se tornaram uma importante forma de manter contato com pessoas e ainda se informar sobre o que acontece no mundo. No entanto, nenhuma das mais utilizadas permitem que seus usuários ousem com a publicação de conteúdo sensual. Aliás, até mesmo fotos de mães amamentando seus filhos geram polêmica e são censuradas.

adults only a4

Como nem todo mundo que usa o Facebook só quer falar sobre política e nem todo mundo que usa o Instagram quer apenas postar a foto do que comeu no almoço ou a roupa do dia, rede sociais específicas para conteúdos sexuais foram surgindo e ganhando adeptos.

Conheça três redes sociais que foram criadas especialmente para quem procura “algo a mais”.

FUCKBOOK

Tudo é praticamente idêntico a rede de Mark Zuckerberg: layout, linha do tempo e chat. A diferença, obviamente, está na temática. Posts indignados contra a política, aqui são substituídos por um conteúdo onde o sexo reina absoluto. Fotos de gatinhos e cachorros? Jamais! O Fuckbook preza pela exibição descarada com fotos que mostram tudo ou quase. Já as conversas privadas não necessitam daquele papo furado para abrir caminho para o que realmente interessa. A sacanagem rola solta e sem pudor algum. Nesta rede social, até uma simples curtida em um post é para demonstrar interesse.

UPLUST

Inspirado no Instagram, no Uplust o usuário também pode publicar vídeos e fotografias, utilizar filtros para deixá-los mais atrativos e publicar em seus perfis. A diferença é que no lugar das fotos da balada os usuários compartilham imagens eróticas. A descrição do site explica: Mais de 200 mil amadores entraram para a aventura do pornô social. Desde a estudante loira e sexy com cara de estrangeira super gostosa ou o casal sexualmente liberado, todo mundo acaba aqui para compartilhar suas fantasias através de fotos eróticas ou pornográficas e mensagens privadas”.

SEXLOG

Neste site, além de ser possível compartilhar imagens picantes, ainda permite, através de geolocalização, encontrar parceiros sexuais interessados em troca de casais, ménage a trois e relacionamentos liberais. Com mais de 4 milhões de usuários cadastrados, o site funciona como o Facebook e seus usuários podem adicionar amigos, enviar mensagens, fazer comentários e trocar ideia com parceiros através do Sex Messenger. A descrição do site diz: No ar desde 2004, o Sexlog é a maior rede social de sexo e swing no Brasil, com mais de 4 milhões de usuários cadastrados. Milhares de casais de todo o Brasil interessados em conhecer pessoas para a prática de swing se encontram em um único ambiente. Aqui nossos assinantes têm chances verdadeiras de realizar suas fantasias com pessoas reais”.

Fonte: Catraca Livre

Anexos

Posts Relacionados

thumbnail
hover

Vídeo: Masturbação feminina. Dicas para enlouquecer...

Vamos falar sobre um tema frequente nas rodinhas de conversas entre amigas: homens e mulheres que não sabem onde fica o clitóris — e qua...

thumbnail
hover

Elas não pensam como os homens

O maior erro que alguns homens comete é pensar que elas pensam como nós pensamos. Infelizmente, a maioria dos homens comete esse erro e, ...

thumbnail
hover

Sexo anal facilita orgasmo feminino

  O Centro de Promoção de Saúde Sexual da Universidade do Indiana, no estado norte-americano com o mesmo nome, conduziu um inquérit...

Deixe-nos um comentário