Museo do sexo das Putas – A tradicional familia mineira ganha nova área de cultura.

Para quem pensa que falar sobre sexo ainda é um tabu, o Museu do Sexo das Putas – contemplado com recursos do 12º Programa Funarte de Artes Visuais – emerge a partir desses encontros, entre prostitutas, artistas e a própria cidade de Belo Horizonte.

De 7 a 12 de outubro, o Museu transborda a região dos Guaicurus com trabalhos de diferentes linguagens e formatos
(vídeo, performance, fotografia, grafitti, rádionovela, entre outros);
convida os DJs Alexandre de Sena, CAROL MLucas KröeffOMOLOKOSUPOLOLO,
a roda de samba Filhas da Mãe numa dobradinha com Ohana Santana e Lu Daiola,
Banda Madame Rrose Sélavy, as grafiteiras Clara Valente, Sthefany e Zi Reis; realiza debates; ocupa espaços de exibição de filmes e plataformas online – como CAM4, YouTube e o próprio site do projeto, a ser lançado no dia 7 
*
Entrevista com a Cida Vieira, presidente da ASPROMIG
*

 *
Site do Projeto

Com:[artistas residentes]

Alessandro Hipz (Manaus/AM)
Ana Moravi (Belo Horizonte/MG)
Beatriz Brusantin (Belo Horizonte /MG)
Bruna Luisa Mello (Brasília /DF)
Bruno Faria (Recife/PE)
Giuliano Lucas (Porto Alegre /RS)
Julieta Benoit & Edu Zal / LigaLight (São Paulo/ SP)
Kalor Pacheco (Camaragibe/PE)
Hirosuke Kitamura (Osaka/Japão, radicado em Salvador/BA)
Will Soares (Belo Horizonte/MG)
 .
– PROGRAMAÇÃO –
Museu do Sexo das Putas
Quando: 7 a 12 de outubro
Onde: Rua Guaicurus, Benfeitoria, centoequatro e Teatro Espanca, em Belo Horizonte, MG
Quanto: Gratuito
Programação completa: http://museudasputas.wixsite.com/museu/programacao
Classificação etária: 14 anos
.

7 outubro: na benfeitoria (Rua Sapucaí, 153)
– 18h30 (seminário-roda de conversa) “Partilha de Sentidos – por uma nova História das Prostitutas de Minas Gerais” >> com Bia Brusantin (doutora em História e uma das residentes), Cida Vieira (presidente da Aprosmig) e Letícia Barreto (doutora em Ciências Humanas com área de concentração em estudos de gênero).- lançamento do site www.museudasputas.wixsite.com/museu com os trabalhos e a proposta de recolher assinaturas para transformar em patrimônio imaterial os saberes e vivências da Guaicurus- 21h DJ Naroca e projeção dos trabalhos dos residentes 
7 a 12 outubro: na Rua dos Guaicurus intervenção urbana: “Na Calada”, realizado pelo artista visual Bruno Faria, faz uma intervenção dos postes da Guaicurus; insere uma gelatina – muito usada como filtro de iluminação de refletores de cinema – modificando o espaço ao cair da noite. “Na Calada” tem como interesse estabelecer uma reflexão simbólica em relação à luz vermelha, muito presente em bordéis e garçonnières (em que sinaliza que ali há um lugar destinado ao sexo) e no imaginário popular.
.
———————————————————————-
8 outubro: na Rua dos Guaicurus– 15h (Encontro de resistências: o samba, o Hip Hop e as prostitutas)
Roda de samba com As Filhas da Mãe
Ohana Santana e Lu Daiola
grafite (ao vivo) do residente Alessandro Hipz e das grafiteiras Clara Valente, Sthefany e Zi Reis– 18h show Madame Rrose Sélavy– 18 às 0h (A voz das profissionais do sexo nas ruas)

Com DJs Alexandre de Sena, CAROL M, Lucas Kröeff, OMOLOKO, SUPOLOLO

Vídeo-projeções do LigaLight (residentes Julieta Benoit e Edu Zal), exposição das fotografias de Hirosuke Kitamura e performance de Kalor Pacheco

– 21h às 0h Radionovela com Ana Moravi (MG)

———————————————————————-

9 de outubro: Rua dos Guaicurus

– 15h às 18h Exposição de fotos de Hirosuke Kitamura, performances conjunta de Kalor e Bruna, performance Will Soares e vídeo-projeções do LigaLight

———————————————————————-

10 de outubro: centoequatro

– 15h às 18h Lançamento do Guia Turístico construído com Bruno Faria e as prostitutas, vídeo-projeções de Kalor, do LigaLight e de Will Soares, Giuliano Lucas e Ana Moravi

———————————————————————-

11 outubro: Espaço Luiza Estrela (Rua Manaus, 348)

– 19h Debate com movimentos feministas sobre prostituição (com a residente Bruna Luisa e integrantes da Aprosmig) e colagem de Lambe Lambe-ocupando a cidade

———————————————————————-

12 de outubro: Teatro Espanca! (Rua Aarão Reis, 542)

– 16h30 Encerramento com o samba Orgia Cruel, entrega do abaixo assinado e exposição das fotografias de Hirosuke Kitamura

 

Realização: 

Cida Vieira, Maria Aparecida da Silva (Cidinha), Laura Maria do Espírito Santos e Cleuza Márcia Borges (Zazá)
.
Anexos

Posts Relacionados

thumbnail
hover

15/10 – MOSTRA DE ARTE ERÓTICA...

MOSTRA DE ARTE ERÓTICA da CASA MASCATE CULTURA DE REDE O Projeto Noite de Arte Erótica é um evento artístico itinerante que nasceu em No...

thumbnail
hover

Caiu na Net – Alexandre Borges...

Um vídeo íntimo do ator global Alexandre Borges vazou na internet na última sexta-feira, 16. Segundo os comentários que circulam nas red...

thumbnail
hover

19º Orgulho LGBT de BH

O que é, o que é? Tem a irreverência do carnaval, o cunho político e moral do carnaval, tem purpurina e muita alegria, mas não é carna...

Deixe-nos um comentário